NOTA DA ANPUH-RJ SOBRE A SITUAÇÃO DA UERJ

A Direção da ANPUH-RJ manifesta a sua profunda preocupação com a situação de penúria e falta de perspectivas em que se encontra a nossa Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), abandonada que foi pelos últimos governos do Estado.
 
Exigimos que o governo estadual envide esforços para superar essa profunda crise na universidade e que a solução passe necessariamente pela sua manutenção como instituição pública e gratuita.
 
Conclamamos ainda a todos os cidadãos desse Estado a se mobilizar politicamente para salvar essa importante instituição pública de nosso Estado do Rio de Janeiro.
 
Rio de Janeiro, 13 de janeiro de 2017.
Diretoria da Anpuh-Rio
Biênio 2016-2018
13 Jan 2017

NOTA DE PESAR

27 Dez 2016

NOTA DE PESAR

27 Dez 2016

NOTA PÚBLICA DA ANPUH-RIO SOBRE A MANUTENÇÃO DOS PROJETOS DA BIBLIOTECA PÚBLICA DE NITERÓI

A Associação Nacional de História Seção Regional do Rio de Janeiro, Anpuh-Rio, vem manifestar extrema preocupação com a manutenção dos projetos desenvolvidos pela Biblioteca Pública de Niterói, que se encontram prejudicados em decorrência do impasse com a Prefeitura de Niterói sobre o orçamento para o ano de 2017.
 
 
A biblioteca foi fundada em 1935 e, atualmente, pertence a rede de Biblioteca Parque da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro. É a única no modelo na cidade Niterói e recebe diariamente um número grande de estudantes, professores e outros leitores interessados em seu acervo.
 
 
A Anpuh-Rio destaca que o convênio entre o Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense e a Biblioteca Pública de Niterói, que proporciona atividades de extensão acadêmica mensais para os moradores da cidade de Niterói e outros interessados, é de vital interesse para a formação de um público-leitor crítico e de professores compromissados com a difusão da prática da leitura.
 
 
Nesse sentido, a Anpuh-Rio vem, por meio da presente NOTA PÚBLICA, solicitar a tomada de providências pelos agentes municipais para que o orçamento a ser destinado à Biblioteca Pública de Niterói no ano de 2017 possa contar com recursos suficientes para a manutenção de seus projetos que gozam de reconhecida relevância social e acadêmica.
 
Rio de Janeiro, 16 de dezembro de 2016.




Profa. Dra. Márcia Maria Menendes Motta
Presidenta do Conselho Diretor
Biênio 2016-2018
17 Dez 2016

Moção de repúdio do GT Estudos de Gênero contra a violência de gênero

O Grupo de Trabalho de Estudos de Gênero da Associação Nacional de História – ANPUH, reunido em seu II Encontro Nacional, realizado nos dias 27 e 28 de Outubro de 2016 no campus da UNIRIO, no Rio de Janeiro, vem a público apresentar uma MOÇÃO DE REPÚDIO a toda prática, discurso ou imagem que constituam ou fomentem violência de gênero contra as mulheres e homo, lesbo e trans fobia.
 
Rio de Janeiro, 28 de outubro de 2016.
 
Coordenção do GT Gênero da Anpuh-Brasil
14 Nov 2016

Nota de repúdio da ANPUH-RJ à operação ocorrida na Universidade Estadual de Goiás

A ANPUH-RJ manifesta seu veemente repúdio à operação ocorrida na Universidade Estadual de Goiás (UEG), na noite do dia 1º de novembro de 2016 e realizada pela Polícia Militar do Estado de Goiás. Sem o devido mandado judicial, a PM prendeu todos os cidadãos que participavam da ocupação da universidade, entre os quais o presidente da ANPUH-GO, o Professor Euzébio Fernandes de Carvalho. Ele foi algemado com outros cidadãos presos, conduzidos à delegacia, onde foram registrados e liberados.

A ANPUH-RJ considera que este evento é mais um gravíssimo exemplo da escalada de ações repressoras desencadeadas pelas diferentes instâncias do Estado brasileiro contra os movimentos sociais, particularmente aqueles ligados à defesa da educação pública, gratuita e de qualidade.

Por esta razão, a entidade mantém-se alerta, na esperança de que as ações violentas perpetradas pelo Estado sejam suspensas, posto que as manifestações sociais devem permanecer legitimas, numa sociedade democrática, plural e laica.


Márcia Motta & Ricardo Castro (presidentes da ANPUH-RJ)
02 Nov 2016

NOTA DE REPÚDIO DA ANPUH-Rio

A ANPUH-Rio repudia com veemência a Medida Provisória 746/2016 editada pelo Governo Federal que pretende reformar o Ensino Médio brasileiro.
23 Set 2016

NOTA DE REPÚDIO AO PROJETO DE EMENDA CONSTITUCIONAL No 18/2015 DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO RIO DE JANEIRO

A Associação Nacional de História e a Associação Nacional de História Seção Rio de Janeiro vem, por meio desta, repudiar veementemente o Projeto de Emenda Constitucional no 18/2015, apresentado pelo Deputado Edson Albertassi à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, que reduz de 2% para 1% o percentual dos recursos destinados à Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro – FAPERJ.
21 Dez 2015

NOTA DE REPÚDIO AO PROJETO DE LEI Nº 867/2014 DA CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

A Associação Nacional de História, Seção Rio de Janeiro, e a Associação dos Geógrafos Brasileiros, Seção Rio de Janeiro, vem por meio deste ofício manifestar seu repúdio
18 Ago 2015

Nota de Repúdio

05 Jun 2014

CONTATO RJ



 ANPUH-RJ-200-Logo1
T: (21) 2332-1430 / 99618-0813