REVISTA M. ESTUDOS SOBRE A MORTE, OS MORTOS E O MORRER

A "Revista M. Estudos sobre a morte, os mortos e o morrer" está com chamada aberta para os seus dois próximos dossiês:

DOSSIÊ Nº 4: Vol. 2: nº 4, jul.-dez., 2017 | Tema: AS CELEBRAÇÕES DA MORTE NA ANTIGUIDADE
Este dossiê tem como objetivo compreender as representações da morte e suas relações com as celebrações da morte nas narrativas literárias, filosóficas e históricas, em diálogo com os vestígios materiais, investigando o impacto da morte nas sociedades da Antiguidade.
ORGANIZAÇÃO: Pedro Paulo A. Funari (Unicamp), Luciane Munhoz de Omena (UFG) e Darío N. Sánchez Vendramini (Universidades Nacionais de Córdoba e de La Rioja). PRAZO PARA ENVIO DE ARTIGOS: 30 de maio de 2017. Ver chamada completa em: http://www.revistam-unirio.com.br/chamadas/chamada-para-o-dossie-4/

DOSSIÊ Nº 5: Vol. 3: nº 1, jan.-jun., 2018 | Tema: MORTE, REGIMES POLÍTICOS E VIOLÊNCIA
O objetivo deste dossiê é reunir artigos provenientes das ciências sociais e humanas que analisem as relações entre morte, regimes políticos e violência em diferentes países do mundo, a partir de diversificados enfoques teóricos, metodológicos e/ou conceituais. A perspectiva de análise compreende os regimes políticos de exceção, as democracias formais, os processos de constituição de estados nacionais em curso no século XIX ou seus desmembramentos nos séculos XX ou XXI.
ORGANIZAÇÃO: Sandra GAYOL (Universidad Nacional de General Sarmiento -UNGS), Gabriel KESSLER (Universidad Nacional de La Plata). PRAZO PARA ENVIO DE ARTIGOS: 30 de dezembro de 2017. Ver chamada completa em: http://www.revistam-unirio.com.br/chamadas/chamada-para-o-dossie-no-5-morte-regimes-politicos-e-violencia/

CONFIRA AS NORMAS DE PUBLICAÇÃO EM: http://www.revistam-unirio.com.br/normas-de-publicacao/
VERIFIQUE AS DIRETRIZES PARA AUTORES EM: http://www.revistam-unirio.com.br/diretrizes/

Site: http://www.revistam-unirio.com.br/
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Informações adicionais

  • Tema: "As celebrações da morte na antigudiade" e "Morte, regimes políticos e violência"
  • Prazo: 30/12/2017

1 Comentário

  • Carlos Bley 06 Maio 2017

    A um homem bom não é possível que ocorra nenhum mal, nem em vida nem em morte.
    Sócrates

Deixe um comentário