ANPUH-RJ -Thiago Reis

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

NOTA DE REPÚDIO AOS FATOS OCORRIDOS NA UERJ

A direção da ANPUH-Rio está estarrecida e repudia a violência planejada, orquestrada, articulada contra os funcionários, discentes e docentes da UERJ. Não bastasse o desrespeito da ausência de salários, um grupo de bandidos (é esse o nome) foi à UERJ quinta à noite, com o intento de machucar, agredir e humilhar os trabalhadores da instituição! Isso não há de continuar. Os covardes serão punidos pela sociedade fluminense, contrária à violência e solidária à Instituição, pertencente a todos nós!
 
Segue a íntegra da Nota da Reitoria da Uerj:
Na noite desta última quinta-feira (16/11), o serviço de segurança da UERJ registrou um lastimável episódio envolvendo cerca de 20 pessoas, em torno das 21h40, no Pavilhão João Lyra Filho, campus Francisco Negrão de Lima (Maracanã). Segundo apurado, o grupo desceu as rampas até o hall dos elevadores, causando tumulto e agredindo fisicamente um servidor da universidade.
A reitoria lamenta e repudia o ocorrido. Tais manifestações criam desequilíbrio avesso à noção de civilidade e, evidentemente, constituem um desrespeito à diversidade de ideias, o que é essencial à comunidade universitária.
Os registros das câmeras de segurança estão sendo examinados, mas há dificuldades para reconhecimento dos integrantes, haja vista que os agressores improvisaram o uso de capuzes. Apurados os responsáveis, serão adotados os trâmites e penalidades cabíveis.

II Fórum de professores de História do estado do Rio de Janeiro

A Anpuh-Rio e o Museu Imperial de Petrópolis promovem o II Fórum de professores de História do estado do Rio de Janeiro, a ser realizado no dia 23/11/2017, às 18:30 horas, na cidade de Petrópolis.
A intenção do fórum é abrir um canal de diálogo para que nós, professoras e professores, possamos debater as atuais questões relacionadas a educação e ao ensino da História.
A presença de todas e todos é fundamental para que possamos reunir o máximo de contribuições possíveis para compor um documento que será encaminhado aos órgãos competentes. Juntos podemos mais! Compartilhe esse evento!

Inscrições: CLIQUE AQUI!

Encontro Internacional e XVIII Encontro de História da Anpuh-Rio: História e Parcerias

A Universidade Federal Fluminense (Gragoatá - Niterói) sediará, entre os dias 23 e 27 de julho de 2018, o primeiro Encontro Internacional e o XVIII Encontro Regional de História da Anpuh-Rio: História e Parcerias. Veja maiores informações no site do evento: www.encontro2018.rj.anpuh.org.

II Fórum de professores de História do estado do Rio de Janeiro

A Anpuh-Rio e o Museu Imperial de Petrópolis promovem o II Fórum de professores de História do estado do Rio de Janeiro, a ser realizado no dia 23/11/2017, às 18:30 horas, na cidade de Petrópolis.
A intenção do fórum é abrir um canal de diálogo para que nós, professoras e professores, possamos debater as atuais questões relacionadas a educação e ao ensino da História.
A presença de todas e todos é fundamental para que possamos reunir o máximo de contribuições possíveis para compor um documento que será encaminhado aos órgãos competentes. Juntos podemos mais! Compartilhe esse evento!

Inscrições: Aguarde!

Abertas as inscrições para o primeiro Encontro Internacional e XVIII Encontro de História da Anpuh-Rio: História e Parcerias

A Universidade Federal Fluminense (Gragoatá - Niterói) sediará, entre os dias 23 e 27 de julho de 2018, o primeiro Encontro Internacional e o XVIII Encontro Regional de História da Anpuh-Rio: História e Parcerias. As propostas de Simpósios Temáticos e Minicursos poderão ser enviadas até 11/12/2017. Veja maiores informações no site do evento: www.encontro2018.rj.anpuh.org.

Programação do 5º Seminário Fluminense de Pós-Graduandos em História

A Comissão de Organização divulga a programação completa do 5º Seminário Fluminense de Pós-Graduandos em História.

Resultados das avaliações das inscrições no 5º Seminário Fluminense de Pós-Graduandos em História

A Comissão de Organização divulga a relação com as avaliações das inscrições no 5º Seminário Fluminense de Pós-Graduandos em História. Em caso de discordância com o resultado, contatar os resposnáveis através do e-mail do evento.

Educação Museal

Por Andréa Telo da Corte* e Barbara Harduin**
 
O International Council of Museums (ICOM) define museu como “uma instituição que adquire, conserva, estuda, expõe e transmite o patrimônio material e imaterial da humanidade e do seu meio, com fins de estudo, educação e deleite”. Entretanto, nem sempre foi assim.

ANPUH IDEIAS: Ensino e Compromisso Social

No dia 07 de junho ocorrerá mais uma mesa do projeto ANPUH IDEIAS. O tema desse encontro será Ensino e Compromisso Social e será realizado nas dependências do Instituto Multidisciplinar da UFRRJ, camus Nova Iguaçu. A mesa seá composta pela professora Silvana Bandoli Vargas e pelo professor Flávio Anício Andrade e moderada pela professora Márcia Menendes Motta. O objetivo do evento será debater o compromisso social no âmbito do ensino das várias disciplinas/áreas do conhecimento, sobretudo diante das questões que hoje estão diante dos professores e professoras.

As inscrições são gratuitas e serão realizadas no dia do evento. Os participantes concorrerão a sorteios de kits de produtos da Anpuh-Rio. 

II Simpósio Nacional de História Militar

A organização desse evento busca congregar acadêmicos, docentes, estudantes, pesquisadores da História Militar, civis e militares. Trata-se de buscar a articulação da área de História Militar, tratar da pesquisa na área, das problemáticas referentes ao objeto da História Militar, seus métodos e técnicas de pesquisa, suas relações com outras dimensões da História e com outras disciplinas como a Sociologia, a Antropologia, a Ciência Política, bem como da utilização dos arquivos militares e institucionais no Brasil e na América.

Objetiva-se assim consolidar a História Militar como área de pesquisa interdisciplinar, plural e polifônica visando congregar as diferentes perspectivas de pesquisas acadêmicas em andamento.

Assim, busca-se debater os estudos de História Militar em curso no Brasil através de conferências, mesas e simpósios e por meio de publicações impressas e digitais dos resultados obtidos nesse fórum.

XI ENPEH - Encontro Nacional de Pesquisadores do Ensino de História

Desafios de um campo de conhecimento 

26 a 29 de setembro de 2017 - UFRJ - Rio de Janeiro

Inscrições de trabalhos abertas até 28 de maio


5º SEMINÁRIO FLUMINENSE DE PÓS-GRADUANDOS EM HISTÓRIA

O 5o Seminário Fluminense de Pós-Graduandos em História acontece nos dias 16, 17, 18, 19 e 20 de outubro, no prédio da Expansão, na Fiocruz. Neste ano, o evento é organizado pelo Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde (PPGHCS) da Casa de Oswaldo Cruz e conta com a participação de todos os programas de pós-graduação em História do Rio de Janeiro e o apoio da Anpuh-Rio.

Intelectuais

Por Maria Letícia Corrêa*
 
No mundo contemporâneo, pode-se relacionar o surgimento das diversas categorias de intelectuais ao aprofundamento da divisão social do trabalho, à especialização crescente das tarefas de administração estatal que marcam a modernização capitalista e a formação dos Estados nacionais, bem como, mais especificamente, à consolidação de um mercado de bens simbólicos e culturais.

PROBLEMAS PARA VOTAR NAS ELEIÇÕES DA ANPUH-BRASIL (2017-2019)?

Alguns associados estão relatando problemas para acessar a área do associado e encaminhar o voto para as eleições da nova diretoria da Anpuh-Brasil. Informamos que o site da Anpuh-Rio utiliza o mesmo servidor que o site da Anpuh-Brasil, que apresenta instabilidades técnicas nos momentos com muitos acessos simultâneos. Além disso, a "área do associado" é comum a TODAS as seções estaduais da Anpuh, sendo gerenciada, igualmente, pela Anpuh-Brasil. Dessa maneira, a Anpuh-Rio não tem qualquer responsabilidade com os possíveis problemas que possam ocorrer durante o pleito, já que a ferramenta para votação foi implementada pela Anpuh-Brasil.
 
Em caso de ocorrer alguma dificuldade de acesso, sugerimos o uso de navegadores diversos, tais como Chrome e Firefox, para acesso à área do associado. Contudo, muitos associados relatam que conseguiram, na primeira tentativa, fazer o login e votar usando o IE, outros ainda utilizaram o Chrome, sem que houvesse qualquer problema.
 
Informamos, ainda, que os problemas relatados foram e serão encaminhados à secretaria da Anpuh-Brasil para as providências cabíveis. 

Trabalhismo

Por Andréa Casa Nova Maia*
 
Qualquer conceito pensado pelo historiador ganha um solo único: o tempo. Refletir numa perspectiva histórica remete imediatamente a um cuidado com a duração. Quando pensei sobre o que escrever, me lembrei de minhas aulas de Introdução dos Estudos Históricos com o Professor Caio Boschi na UFMG. Minha geração aprendeu a perguntar ao passado a partir de questões postas pelo presente. Diante do atual cenário de desmonte da legislação trabalhista brasileira e da Previdência Social, ambas construídas nos tempos de Vargas e, sobretudo, após a aprovação pelo Congresso nacional, em 22 de março de 2017, da lei de terceirização, me vi na "obrigação" --- como historiadora do Brasil republicano --- de escrever sobre um conceito que talvez aqui no Brasil tenha sido jogado, finalmente, na lata de lixo da História: o trabalhismo. O que é o trabalhismo? E no Brasil, o que podemos dizer da experiência trabalhista?

I FÓRUM DE PROFESSORES DE HISTÓRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

A Anpuh-Rio, o curso de graduação em História da Universidade Estácio de Sá e o Museu de Arte Religiosa e Tradicional de Cabo Frio promovem o I Fórum de professores de História do estado do Rio de Janeiro, a ser realizado no dia 04/04/2017, às 19 horas, na cidade de Cabo Frio.
A intenção do fórum é abrir um canal de diálogo para que nós, professoras e professores, possamos debater as atuais questões relacionadas a educação e ao ensino da História.
A presença de todas e todos é fundamental para que possamos reunir o máximo de contribuições possíveis para compor um documento que será encaminhado aos órgãos competentes. Juntos podemos mais! Compartilhe esse evento!

Inscrições: https://drive.google.com/open?id=1JPEa_6Z6w4fXhr2w7-QaAYUdKZ7_JCDox2f7Oiisfu8

"Anpuh-Rio em foco": SOBERANIA: como eu aprendi

SOBERANIA: como eu aprendi é a contribuição dessa terça-feira de fevereiro enviada por Francisco Carlos Teixeira da Silva.

SOBERANIA: como eu aprendi

Por Francisco Carlos Teixeira da Silva*
 
O conceito de soberania entra de forma definitiva na história com os estudos de Jean Bodin (1530-1596) e a emergência das monarquias absolutas modernas, muitas delas já com contornos de um Estado Nacional, à época do Renascimento.   

Ocupação

Por Márcia Motta*
 
Uma das palavras mais usadas na mídia e nos movimentos sociais no ano passado foi ocupação. Em nome dela, jovens de várias idades e etnias adentraram em prédios da Universidade e produziram uma série de ações com inúmeras finalidades: crítica ao plano nacional do ensino médio, apoio à ampliação dos sistemas de cotas, reprimendas mais diretas ao governo estadual e federal. 

Anais

Nesse menu são publicados os e-books com os textos completos disponibilizados pelos autores e autoras de cada edição do Seminário Fluminense de Pós-Graduandos em História. Para acessar, clique e baixe o arquivo com o e-book.

# A UERJ tem História

A Anpuh-Rio conclama servidores, docentes, discentes e pesquisadores de todas as áreas do conhecimento a realizarem um abraço ao redor da UERJ no dia 19 de janeiro, às 15 horas.

SNH2017

O próximo Simpósio Nacional de História “Contra os preconceitos: História e Democracia” será realizado em Brasília-DF, entre os dias 24 e 28 de julho de 2017. As inscrições para apresentação de trabalhos podem ser feitas até 06/03/2017 no site do evento: www.snh2017.anpuh.org

Abaixo, listamos os Simpósios Temáticos coordenados por professores ou pesquisadores do Estado do Rio de Janeiro:

NOTA DA ANPUH-RJ SOBRE A SITUAÇÃO DA UERJ

A Direção da ANPUH-RJ manifesta a sua profunda preocupação com a situação de penúria e falta de perspectivas em que se encontra a nossa Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), abandonada que foi pelos últimos governos do Estado.
 
Exigimos que o governo estadual envide esforços para superar essa profunda crise na universidade e que a solução passe necessariamente pela sua manutenção como instituição pública e gratuita.
 
Conclamamos ainda a todos os cidadãos desse Estado a se mobilizar politicamente para salvar essa importante instituição pública de nosso Estado do Rio de Janeiro.
 
Rio de Janeiro, 13 de janeiro de 2017.
Diretoria da Anpuh-Rio
Biênio 2016-2018

Racismo

Por Álvaro Pereira do Nascimento*
 
Como explicar os raros médicos, atores, engenheiros, professores universitários e empresários negros no Brasil? Se os negros somam mais de 50% da população, por que ocupam basicamente os ofícios com remuneração mais baixa, aglomeram-se nos bairros mais pobres e têm seus jovens entre aqueles que mais morrem de forma violenta nas grandes cidades brasileiras? O que o racismo tem a ver com isso?

NOTA PÚBLICA DA ANPUH-RIO SOBRE A MANUTENÇÃO DOS PROJETOS DA BIBLIOTECA PÚBLICA DE NITERÓI

A Associação Nacional de História Seção Regional do Rio de Janeiro, Anpuh-Rio, vem manifestar extrema preocupação com a manutenção dos projetos desenvolvidos pela Biblioteca Pública de Niterói, que se encontram prejudicados em decorrência do impasse com a Prefeitura de Niterói sobre o orçamento para o ano de 2017.
 
 
A biblioteca foi fundada em 1935 e, atualmente, pertence a rede de Biblioteca Parque da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro. É a única no modelo na cidade Niterói e recebe diariamente um número grande de estudantes, professores e outros leitores interessados em seu acervo.
 
 
A Anpuh-Rio destaca que o convênio entre o Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense e a Biblioteca Pública de Niterói, que proporciona atividades de extensão acadêmica mensais para os moradores da cidade de Niterói e outros interessados, é de vital interesse para a formação de um público-leitor crítico e de professores compromissados com a difusão da prática da leitura.
 
 
Nesse sentido, a Anpuh-Rio vem, por meio da presente NOTA PÚBLICA, solicitar a tomada de providências pelos agentes municipais para que o orçamento a ser destinado à Biblioteca Pública de Niterói no ano de 2017 possa contar com recursos suficientes para a manutenção de seus projetos que gozam de reconhecida relevância social e acadêmica.
 
Rio de Janeiro, 16 de dezembro de 2016.




Profa. Dra. Márcia Maria Menendes Motta
Presidenta do Conselho Diretor
Biênio 2016-2018

"Anpuh-Rio em foco": publicado novo texto

A Anpuh-Rio publica, toda última sext-feira de cada mês, um texto de crítica histórica para o grande público no "Anpuh-Rio em foco". O número atual conta com a participação da professora Denise Rollemberg, que nos traz uma importante crítica de como pensar o "Exílio (1964-1979)".

Moção de repúdio do GT Estudos de Gênero contra a violência de gênero

O Grupo de Trabalho de Estudos de Gênero da Associação Nacional de História – ANPUH, reunido em seu II Encontro Nacional, realizado nos dias 27 e 28 de Outubro de 2016 no campus da UNIRIO, no Rio de Janeiro, vem a público apresentar uma MOÇÃO DE REPÚDIO a toda prática, discurso ou imagem que constituam ou fomentem violência de gênero contra as mulheres e homo, lesbo e trans fobia.
 
Rio de Janeiro, 28 de outubro de 2016.
 
Coordenção do GT Gênero da Anpuh-Brasil

Nota de repúdio da ANPUH-RJ à operação ocorrida na Universidade Estadual de Goiás

A ANPUH-RJ manifesta seu veemente repúdio à operação ocorrida na Universidade Estadual de Goiás (UEG), na noite do dia 1º de novembro de 2016 e realizada pela Polícia Militar do Estado de Goiás. Sem o devido mandado judicial, a PM prendeu todos os cidadãos que participavam da ocupação da universidade, entre os quais o presidente da ANPUH-GO, o Professor Euzébio Fernandes de Carvalho. Ele foi algemado com outros cidadãos presos, conduzidos à delegacia, onde foram registrados e liberados.

A ANPUH-RJ considera que este evento é mais um gravíssimo exemplo da escalada de ações repressoras desencadeadas pelas diferentes instâncias do Estado brasileiro contra os movimentos sociais, particularmente aqueles ligados à defesa da educação pública, gratuita e de qualidade.

Por esta razão, a entidade mantém-se alerta, na esperança de que as ações violentas perpetradas pelo Estado sejam suspensas, posto que as manifestações sociais devem permanecer legitimas, numa sociedade democrática, plural e laica.


Márcia Motta & Ricardo Castro (presidentes da ANPUH-RJ)

ANPUH-IDEIAS: HISTÓRIA E CURRÍCULOS

Com a intenção de debater as mudanças que afetam o currículo dos cursos de licenciatura em História e, consequentemente, a formação do professor e seu impacto no Ensino de História, a Anpuh-Rio promoverá o Anpuh-Ideias: História e Currículos no dia 31/10/2016 às 13:30h, no auditório do AGCRJ. Para essa primeira edição, contaremos com a presença dos debatedores Silvana Bandoli Vargas, professora no Colégio Pedro II, e Henrique Estrada, professor na PUC-Rio, com mediação de Raquel Alvitos, professora no Instituto Multidisciplinar da UFRRJ.

A Anpuh-Rio franqueará gratuitamente a inscrição de ouvintes interessados em certificação, para isso será necessário o preenchimento da ficha de inscrição disponível AQUI.

Seminário "Livros didáticos de História: entre políticas e narrativas"

O seminário aborda a problemática existente na produção de livros didáticos de História no Brasil, nas últimas décadas, sob o impacto do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Resultado de pesquisa com apoio FAPERJ, o seminário é dividido em duas partes, Políticas e Narrativas, que ocorrerão em mesas redondas alternadas.

A primeira parte propõe um balanço crítico dessa política pública, com participantes do programa e ou pesquisadores sobre o tema do ensino de história, suas políticas e o livro didático. Abordará o programa em seus diferentes momentos, seus impasses na relação com os diversos agentes sociais implicados com o complexo processo, em sua produção e recepção. Também proporá uma visão prospectiva dessa política de Estado, diante dos impasses da contemporaneidade. 

A segunda parte apresenta um conjunto de análises sobre narrativas acerca de temas recorrentes nos livros de História, presentes nas coleções do PNLD 2011, que constituíram o corpus da pesquisa apoiada pela Faperj durante os últimos três anos. Haverá mesas com análises de especialistas sobre alguns temas canônicos dos livros didáticos.

O evento é dedicado a um público de especialistas e estudiosos, estando aberto ao público em geral. Sua programação será iniciada com work shops sobre os livros didáticos de História, voltados ao público professor do ensino básico

NOTA DE REPÚDIO DA ANPUH-Rio

A ANPUH-Rio repudia com veemência a Medida Provisória 746/2016 editada pelo Governo Federal que pretende reformar o Ensino Médio brasileiro.

Nota de pesar pelo falecimento do Prof. Dr. Ricardo de Oliveira

Com pesar, solicito a divulgação da seguinte nota de falecimento do amigo Ricardo de Oliveira:




É com tristeza que informo o falecimento do Prof. Dr. Ricardo de Oliveira, do Departamento de História e Relações Internacionais e do Programa de Pós-Graduação em História da UFRRJ. 




Formado em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993), lá também concluiu o Mestrado (1998) e o Doutorado (2004), este último sob a orientação de Jacqueline Hermann. Defendeu tese intitulada “Pela Graça do Rei: um estudo sobre o valimento no Antigo Regime Ibérico. O caso de Alexandre de Gusmão”. 



Antes de lecionar na UFRRJ, na área de História Moderna, Ricardo foi substituto na UFRJ e atuou em instituições privadas: Faculdade de Filosofia de Campo Grande, Universidade Iguaçu e Colégio São Vicente de Paulo. 



Mais recentemente, foi Jovem Cientista do Nosso Estado da FAPERJ (2012-2014) com o projeto “Retratos da Maldade: a demonização do valimento no pensamento político ibérico do Antigo Regime” e também se destacou como professor e orientador na graduação e na pós-graduação. Ao longo de oito anos, orientou nove dissertações de mestrado e oito monografias de conclusão de curso. E teve atuação decisiva no processo de expansão das Humanidades na UFRRJ com apoio do REUNI.




Seus companheiros de trabalho lamentam a morte prematura de um indivíduo conciliador, bem humorado, jovem de idade e de ideias, que contribuiu muito para a vida coletiva em nossa instituição.




Atenciosamente,

Rebeca Gontijo

NOVA DIRETORIA DA ANPUH-RIO TOMA POSSE

A Assembleia de associados da Anpuh-Rio, reunida no Instituto Multidisciplinar da UFRRJ em Nova Iguaçu, deu posse à nova Diretoria da Anpuh-Rio para um mandato de dois anos. Clique aqui e confira a nova composição dos Conselhos da Anpuh-Rio recém empossados.

Carta sobre o Seminário Estadual da BNCC sediado no Rio de Janeiro

Carta das professoras, professores e estudantes que compõem o grupo de trabalho do componente História sobre a organização e formato do Seminário Estadual da BNCC sediado no Rio de Janeiro.

Segunda Convocação para a Assembleia Geral Ordinária

A Presidente da Associação Nacional de História Seção Regional do Rio de Janeiro – ANPUH-RIO, usando das atribuições que lhe confere o Estatuto Social e de Conformidade com a decisão do Conselho Diretor e do Conselho Consultivo, convoca todos os associados a comparecerem a Assembleia Geral Ordinária a ser realizada no dia 10 de agosto de 2016, no Auditória do Instituto Multidisciplinar da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (IM/UFRRJ), campus Nova Iguaçu, sito à Avenida Governador Roberto Silveira, s/n, Centro, Nova Iguaçu, às 16 hs, em primeira convocação com a presença de 2/3 (dois terços) do número de associados efetivos e fundadores; em segunda convocação às 16:15 hs, com a presença de 1/3 dos associados.

Fórum de Pós-Graduação em História da Anpuh-Rio

Vimos convidar todos os coordenadores de Programas de Pós-graduação em História do Rio de Janeiro para o Fórum de Pós-graduação a realizar-se no XVII Encontro de História da Anpuh-Rio, no dia 11/08/2016 às dez horas da manhã, na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, campus Nova Iguaçu, prédio Multimídia, sala 309. 

Fórum de Graduação em História da Anpuh-Rio

Temos o prazer de convidá-lo(a) para participar do Fórum de Graduação que será realizado por ocasião do XVII Encontro de História da Anpuh-Rio, no dia 11 de agosto próximo, às 10 horas, no Instituto Multidisciplinar da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, campus de Nova Iguaçu.

Convocação de Assembleia Geral Ordinária

A Presidente da Associação Nacional de História Seção Regional do Rio de Janeiro – ANPUH-RIO, usando das atribuições que lhe confere o Estatuto Social e de Conformidade com a decisão do Conselho Diretor e do Conselho Consultivo, convoca todos os associados a comparecerem a Assembleia Geral Ordinária a ser realizada no dia 10 de agosto de 2016, no Auditória do Instituto Multidisciplinar da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (IM/UFRRJ), campus Nova Iguaçu, sito à Avenida Governador Roberto Silveira, s/n, Centro, Nova Iguaçu, às 16 hs, em primeira convocação com a presença de 2/3 (dois terços) do número de associados efetivos e fundadores; em segunda convocação às 16:15 hs, com a presença de 1/3 dos associados.

Normas para criação de Grupos de Trabalho no Rio de Janeiro

O documento estabelece as normas para criação de Grupos de Trabalho no Rio de Janeiro.

Reuniões de GT's e outras organizações durante o XVII Encontro de História

As reuniões de Grupos Temáticos e de outras organizações durante o XVII Encontro de História da Anpuh-Rio: entre o local e o global deverão ser agendadas com a Comissão de Organização do evento, através do email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , para a quarta-feira dia 10/08 entre 10 e 12 horas. Após a solicitação, a secretaria providenciará uma sala para receber os participantes do GT ou organização.

Início da votação para as eleições dos Conselhos da Anpuh-Rio, biênio 2016-2018

Prezados(as) Associados(as), a votação para as eleições dos Conselhos da Anpuh-Rio, biênio 2016-2018, serão iniciadas no dia 01/07/2016, conforme anunciado anteriormente. Para votar, o(a) associado(a), que estiver quite com suas anuidades, deve acessar a área do associado na página da Anpuh-Rio (www.rj.anpuh.org) e clicar no link para encaminhar seu voto. Será possível votar na Chapa Única, em Branco ou Nulo até o dia 29/07/2016.

II Encontro Nacional do GT Estudos de Gênero - ANPUH

O II Encontro Nacional do GT Estudos de Gênero - ANPUH tem como objetivo geral congregar, na sede da UNIRIO, no Rio de Janeiro, entre os dias 27 e 28 de outubro de 2016, estudantes, pesquisadoras(es) e professoras(es) do ensino superior de todo o país, para a troca de experiências, apresentação e debate de suas pesquisas e reflexões

VIII Encontro Estadual do GT de Ensino de História e Educação da Anpuh–RJ

É com grande prazer que a Anpuh-Rio divulga o VIII Encontro Estadual do GT de Ensino de História e Educação da Anpuh-RJ, a ser realizado no campus Gragoatá da Universidade Federal Fluminense no dia 13 de julho de 2016. Veja a programação completa.

I Colóquio Internacional Movimentos Trânsitos e Memórias

O Programa de Pós-graduação em História do Brasil da Universidade Salgado de Oliveira, em parceria com o Museu do Ingá, a Faculdad de Humanidades y Ciencias de la Educación da Universidad Nacional de La Plata, o Programa de Pós-graduação em História e o Laboratório de Estudos da Imigração da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a Universidad de Chile...

Homologação de chapa única candidata na eleição dos Conselhos da Anpuh-Rio: Biênio 2016-2018

A Comissão Eleitoral torna pública a homologação da chapa única na eleição dos Conselhos da Anpuh-Rio: Biênio 2016-2018. A chapa única inscrita é composta pelos seguintes candidatos:

IX Simpósio Nacional Estado e Poder: Gramsci e a Pesquisa Histórica

De 04 a 06 de outubro de 2016 será realizado o IX Simpósio Nacional Estado e Poder (SNEP) tendo como temática desta edição: Gramsci e a Pesquisa Histórica.

XIII Jornada de História Universidade Estácio de Sá

Programação da XIII Jornada de História Universidade Estácio de Sá. Data: 21/05/2016. Local: Campus Centro I (Av. Presidente Vargas, 642. Centro - Rio de Janeiro).

Edital de convocação para eleição dos Conselhos da Anpuh-Rio: Biênio 2016-2018

A Diretoria da Anpuh-Rio torna público o Edital de convocação para eleição dos Conselhos da Anpuh-Rio: Biênio 2016-2018.

Carta de pesquisadores sobre a BNCC enviada à Anpuh-Brasil

Assinam a carta: Eduardo França Paiva (UFMG),  Isnara Pereira Ivo (UESB), Marcia Amantino (UNIVERSO), Márcio de Sousa Soares (UFF), Maria Lemke (UFG), Cacilda da Silva Machado (UFRJ), Gian Carlo de Melo Silva (UFAL) e Roberto Guedes (UFRRJ).

Relatório da Profa. Ms. Renata Lira sobre a BNCC

O documento anexo apresenta a visão da Profa. Ms. Renata Lira, da Escola Municipal Reverendo Martin Luther King, sobre a BNCC História.

Para acessar o documento, clique aqui.

Uma História para o conformismo e a exaltação patriótica: crítica à proposta de BNCC /História

 logo blogjunho site1

Texto do professor Gilberto Calil, publicado no Blog Junho em 24/02/2016.

 

 

 

MANIFESTO PÚBLICO DO SEMINÁRIO ESTADUAL REALIZADO PELA ANPUH/PR SOBRE A BNCC

Seminário BNCC PR

PELA REJEIÇÃO DA PROPOSTA DE BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR PARA A ÁREA DE HISTÓRIA APRESENTADA PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO.

Relato da II Jornada de História da Anpuh-Rio: discussão da BNCC

II Jornada Cartaz

 

 

A seção Rio de Janeiro da Associação Nacional de História (Anpuh-Rio) realizou, no auditório da Universidade Veiga de Almeida, no dia 22 de fevereiro de 2016, a II Jornada de História da Anpuh-Rio: discussão da BNCC.

 

Nota do GT de História da África da Anpuh Brasil e da Associação Brasileira de Estudos Africanos (ABE-África) sobre a proposta da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para o Ensino de História

GT ÁFRICA
Desde o final de 2015, acompanhamos a discussão em torno da proposta de uma Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que estabelece um currículo mínimo para os Ensinos Fundamental e Médio. Diante da importância desse debate, o GT de História da África da Anpuh Brasil reuniu seus afiliados por meio dos seus GTs Regionais a fim de colaborar para uma leitura crítica da proposta atual da BNCC, submetida à consulta pública, e apresenta nesta nota algumas considerações a esse respeito.
 
Clique no título e leia a nota completa.

Revista Passagens (Uff). Chamada de artigos

Passagens. Revista Internacional de História Política e Cultura Jurídica (on-line). Passagens recebe artigos em fluxo contínuo, em quatro línguas (português, espanhol, inglês e francês) e as normas para publicação podem ser encontradas em seu sítio (site).

O periódico é B1 na classificação Qualis da CAPES e está indexada em Dialnet, DOI (CrossRef.), Portal de Periódicos da CAPES/MEC-Brasil, Redalyc, EBSCO, Réseau Européen Droit et Societé e Latindex.

PROGRAMAÇÃO - II Jornada de História: Discussão da BNCC

Divulgada a programação da II Jornada de História da Anpuh-Rio: Discussão da BNCC que ocorrerá no dia 22 de fevereiro.

A BNCC e a história social do trabalho (CPDOC/FGV)

O Laboratório de Estudos dos Mundos do Trabalho e Movimentos Sociais (LEMT) da Escola de Ciências Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV-CPDOC) convida para a Mesa Redonda.

Carta da profa. Ismenia de Lima Martins contra os cortes na FAPERJ

A Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ - foi criada em 1980, por cientistas que em suas atividades acadêmicas reivindicaram o apoio do governo na promoção do desenvolvimento da ciência e da tecnologia no Estado do Rio de Janeiro.

Memórias da Moscouzinho

Este livro é dedicado a Astério dos Santos, tecelão, líder sindical, vereador e comunista. Com uma narrativa atraente, o autor resgata trajetórias do movimento operário têxtil em Santo Aleixo, município de Magé/RJ, apresentando um olhar sensível para a ação e a memória de instigantes personagens. Sua pesquisa articula história política e social, demonstrando a força desses operários na luta sindical fluminense e na Câmara de Vereadores. 

Abertas as inscrições para IV Seminário Fluminense de Pós-graduandos em História

A quarta edição do Seminário Fluminense de Pós-graduandos em História ocorrerá nos dias 19, 20, 21 e 22 de julho de 2016, nas dependências da Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), localizada no município de São Gonçalo.

 

II Jornada de História: Discussão da BNCC

II Jornada de História da Anpuh-Rio: Discussão da BNCC já tem data marcada: 22 de fevereiro.

Inscrições abertas: apresentadores de trabalho e minicurso

Estão abertas as inscrições para apresentadores de trabalho e participantes de minicurso no XVII Encontro de História da Anpuh-Rio: entre o local e o global. Maiores informações sobre prazos, valores e condições acessem a página do evento: www.encontro2016.rj.anpuh.org

 

Marxismo e religião: dossiê.

O blog "marxismo21" organizou o dossiê "Marxismo e religião", que conta com inúmeros artigos e textos sobre o tema. Acesse e confira: http://marxismo21.org/marxismo-e-religiao/.

Nota da ANPHLAC sobre a BNCC

 
 
 ANPHLAC logo
.
 
 
 
 
 
 
..

NOTA DE REPÚDIO AO PROJETO DE EMENDA CONSTITUCIONAL No 18/2015 DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO RIO DE JANEIRO

A Associação Nacional de História e a Associação Nacional de História Seção Rio de Janeiro vem, por meio desta, repudiar veementemente o Projeto de Emenda Constitucional no 18/2015, apresentado pelo Deputado Edson Albertassi à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, que reduz de 2% para 1% o percentual dos recursos destinados à Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro – FAPERJ.

Carta da Associação Brasileira de Estudos Medievais sobre a BNCC

A divulgação da BNCC despertou uma série de reações na sociedade civil brasileira, materializadas em matérias de jornal, debates públicos e cartas abertas de laboratórios de pesquisa...abrem

ALGUNS ESCLARECIMENTOS SOBRE A JORNADA DE HISTÓRIA DA ANPUH-RIO: DISCUSSÃO SOBRE A BNCC

Acesse aqui texto com alguns esclarecimentos sobre a Jornada de História da Anpuh-Rio: Discussão da BNCC e sobre a Carta crítica da Anpuh-Rio sobre a BNCC.

Revista Encontros (Colégio Pedro II)

A Revista Encontros é um periódico de publicação semestral do Departamento de História do Colégio Pedro II, que foi criado no ano de 2003 e já conta com vinte e quatro (24) volumes, sendo que vinte e três (23) em formato impresso, com ISSN 1807-3867.
 
A partir de outubro de 2015, a Revista amplia os rumos e define uma nova configuração institucional e editorial, adotando a versão digital. Do mesmo modo que reafirma propositivamente a sua identidade fundada, desde a criação, na asserção e valorização da Educação Básica, tendo como referenciais as conexões ensino e pesquisa, saber e docência. A primeira edição do Ano 13, referente ao primeiro semestre de 2015, intitulada Territorialidades & Trabalho Docente, está sendo apresentada, de forma inédita, em meio eletrônico. As demais edições, anteriormente impressas, estão migrando gradativamente para o portal.
 
A Revista Encontros, além de utilizar o Open Journal Systems, está na base de dados do PKP Open Archives Harvester, DSpace/Diadorim e Google Acadêmico.
 
Uma referência de agradecimento aos professores do Colégio Pedro II e, em especial, aos docentes inseridos em outras instituições, que, integrantes do Conselho Editorial e do Corpo de Pareceristas da Revista Encontros, acreditam na Educação e valorizam a Educação Básica e a Escola Pública como espaços de diálogo entre visões de mundo, de sociedade e de homem. E como ponte capaz de compreender o ensino em seu viés transformador, permitindo prosseguir nos espaços possíveis de produção e intervenção da vida social.
 
Submissões em fluxo contínuo.

Carta de professores do Norte e Nordeste sobre a BNCC

Nós, professores de História Antiga e Medieval de diversas instituições das regiões Norte e Nordeste, enviamos carta anexa a esse e-mail manifestando nossa posição contrária a atual versão da Base Nacional Comum Curricular e saudando as iniciativas da regional fluminense da Anpuh, assim como dos professores das referidas áreas, em debater o texto e as possíveis consequências da Base...
 
 

Inaugurado canal da Anpuh-Rio no You Tube

Para facilitar a divulgação dos eventos realizados e para criar uma memória dos debates promovidos pela Anpuh-Rio, implementamos um canal na plataforma de vídeos You Tube. Nesse canal, além de nossos eventos, buscaremos divulgar entrevistas e outras matérias de relevância para os historiadores e para a História...

Nova face do autoritarismo

Ronaldo Vainfas"Proposta da comissão do MEC para o ensino da História em 2015 é uma aberração. Mutila os processos históricos globais, aposta na sincronia contra a diacronia". Por Ronaldo Vainfas (UFF).

Posição de um grupo de historiadores fluminenses enviada à ANPUH-Brasil em 30 de novembro de 2015, acerca da "Carta crítica da Anpuh/Rio ao componente curricular História na BNCC":

 
 
Nós, abaixo assinados, membros da Anpuh /Rio de Janeiro, entendemos que a "Carta Crítica da Anpuh/Rio ao Componente Curricular História na BNCC" ...

BNCC - Próximas medidas a serem tomadas. Nota da Anpuh-Brasil

Em reunião da Diretoria Nacional com a presença de representantes das s, realizada no dia 1/12/2015, após ampla discussão sobre os procedimentos a serem adotados em relação a um posicionamento da ANPUH face a proposta da BNCC, ficou estabelecido, com a aprovação de todos, que:

NOTA DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE HISTÓRIA SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR – BNCC

12345510 1061119457252920 9073398932403688516 n
 
A Associação Nacional de História – ANPUH, entidade que congrega pesquisadores e docentes de História, vem acompanhando de perto as discussões que cercam o documento Base Comum Nacional Curricular proposto pelo Ministério da Educação, MEC. Até o momento nossa entidade tem estimulado que suas regionais promovam debates..

CONTATO RJ



 ANPUH-RJ-200-Logo1
T: (21) 2332-1430 / 99618-0813