JORNADAS DE HISTÓRIA E FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO: DEMOCRACIA, ESCOLA E INFÂNCIA

28 Ago 2017 0 comment
A história e a filosofia da educação, como áreas parceiras no campo dos fundamentos da educação, buscam trazer a compreensão do fenômeno educativo à luz de sua circunscrição no espaço e no tempo. Na Modernidade, pensar a educação significa meditar sobre o cenário escolar e sobre a democratização das oportunidades da educação. Quando pensamos na relação escola e democracia, podemos enveredar por caminhos diversos. Podemos pensar a democracia interna à escola, em seus órgãos colegiados; podemos nos referir à relação democrática, ou não, entre professores e alunos; podemos pensar, ainda, na ação democrática das relações especificamente escolares. Mas há uma acepção de democracia que antecede todos esses domínios: a democratização do acesso à escola. Democratizar o acesso é não apenas colocar todas as crianças no ambiente escolar, mas é também assegurar que todas as crianças tenham as condições necessárias para seu pleno desenvolvimento. Nesse sentido, as condições da escola são fundamentais. Democratizar o ensino é, em alguma medida, preparar o cenário de uma sociedade democrática. Por sua vez, trata-se de introduzir as novas gerações em um mundo que lhes será comum e que precisa ser, por elas, preservado, para, em seguida, ser por elas continuado e mesmo transformado. Democracia, escola e infância serão, nesse sentido, o mote da presente Jornada de História e Filosofia da Educação. A democracia na educação – quer como expansão das oportunidades escolares, quer no âmbito interno do processo pedagógico - lida com a modificação operada pela escola, ao transformar as crianças em alunos. A ideia de infância, como ideal histórico, condiz com uma dada sensibilidade social a respeito das crianças. Refletir sobre a infância, a escola e a democracia é o objetivo precípuo destas Jornadas. À luz de contribuições trazidas pelo campo da história e da filosofia da educação, os três temas serão, nas diferentes mesas-redondas, escrutinados e dialogados. Nesse sentido, convidamos especialistas em vários campos do conhecimento pedagógico, filósofos e historiadores da cultura e da educação, da Faculdade de Educação da USP e de outras instituições, algumas estrangeiras, a fim de focalizar questões concernentes ao território do que poderíamos compreender como história e filosofia da educação. O enfoque interdisciplinar possibilita, em nosso entendimento, a compreensão de interface das perspectivas, o que certamente enriquece o olhar dos estudos pedagógicos. OBS: Haverá certificação para aqueles/as que estiverem inscritos/as no evento e que participarem, no mínimo, de metade das atividades das jornadas. A participação em todo o evento contabilizará 40h.

Informações adicionais

Deixe um comentário